IX ENCONTRO DE CORAIS DE VASSOURAS

REGULAMENTO DO ENCONTRO
IX ENCONTRO DE CORAIS DE VASSOURAS
Regulamento
1. DATA E LOCAL DE REALIZAÇÃO:
O Encontro será realizado nos dias: 22 e 23 de setembro de 2017, sendo:
• Dia 22/09 (sexta) às 19h00;
• Dia 23/09 (sábado) às 14h00;
• Local: AUDITÓRIO DO PROGRAMA INTEGRAÇÃO PELA MÚSICA-PIM
• End: Rua Dr. Fernandes Júnior, 89 – Centro – Vassouras/RJ (ao lado do Museu Chácara da Hera).

2. REALIZAÇÃO E PARCERIAS:

PIM-PROGRAMA INTEGRAÇÃO PELA MÚSICA

3. PARTICIPAÇÃO:

3.1 A participação está aberta para todas as categorias de corais: crianças, jovens e adultos vozes mistas ou iguais.
3.2. O ENCONTRO, não se responsabilizará por transporte, alimentação e hospedagem dos corais.

4. INSCRIÇÃO:
4.1. As inscrições serão realizadas até 18/09, serão feitas através das fichas de inscrição enviadas para o e-mail; [email protected]
4.2. Cada coral deverá participar com um número máximo de 03 (três) músicas.
4.3 O estilo das músicas será livre, à capela ou com acompanhamento.
5. DOS CORAIS PARTICIPANTES E APRESENTAÇÕES
5.1 O horário será rigorosamente respeitado, portanto, os corais devem estar no local de apresentação com, no mínimo, 30 (trinta) minutos de antecedência.

6. O EVENTO OFERECE
6.1 Certificados de Participação.
6.2. Estará à disposição dos corais o seguinte material:

N. MATERIAL QUANTIDADE
1. Estante p/ maestro 01
2. Caixa amplificada p/ teclado 01
3. Caixa amplificada para violão 01

7. DISPOSIÇÕES GERAIS

7.1. Os participantes concordam em ceder, gratuitamente, para a Comissão Executiva do IX ENCONTRO DE CORAIS DE VASSOURAS ou a terceiros por ela indicados, todos os direitos autorais patrimoniais de autor sobre os registros em vídeos, áudios ou fotos, para serem inseridos, expostos ou publicados, reproduzidos no todo ou em parte, a qualquer tempo, em número ilimitado de vezes, sem que aos participantes seja devida qualquer remuneração.
7.2 A inscrição para participação do Encontro implica na plena aceitação do disposto no presente regulamento.
7.3. Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação do Encontro de Corais.

8.0 O PIM possui uma hospedaria no local da apresentação, o Coro que desejar, entrar em contato com:

Célia Moreira (Coord. Executiva)
E-mail: [email protected]
Tel: 24 – 2471.9320 / 98816.9320 ou 99222.2111

Dúvidas e informações:
Maestro Cláudio Pereira Moreira
Coordenador e Diretor Artístico
E-mail: [email protected]
(24) 99225.3488 / (24) 2471.9320 / 2471.3933(resid.)

 

 

FICHA DE INSCRIÇÃO
IX Encontro de Corais de Vassouras/RJ
Coordenador Maestro Cláudio Pereira Moreira
Data: 22 e 23 de setembro de 2017

INSCRIÇÃO
1. Informações:

Nome do Coral:
Entidade:
Regente:
Coordenador/Presidente:
Número de Componentes:

2. Endereço e Contato:

Rua: Bairro:
Cidade UF: CEP:
Telefone Fax:
E-mail:

3. Informações sobre o coral:

Categoria: ( ) masculino ( ) feminino ( ) misto ( ) juvenil ( ) infantil

4. Escolha a data para apresentação e marque com um X a sua opção:

1. Opção: ( ) Dia – 22/09 (sexta feira) Horário: 19h00
2. Opção: ( ) Dia – 23/09 (sábado) Horário: 14h00

INTIMIDADE INDECENTE

O PIM- Programa Integração pela Música em parceria com o PIRPIM – Pontão de Integração do PIM apresenta no dia 26 de agosto, às 20 horas, no auditório do PIM, espetáculo teatral, Intimidade Indecente sob a direção de Samuel Costa, com os atores: Malu de Souza e Maurício Harnam.

Patynete é um grupo amador de teatro com atividade em Miguel Pereira e Paty do Alferes há vários anos e está apresentando uma peça com grande sucesso nas nossas cidades de. Trata-se de INTIMIDADE INDECENTE, obra de Leilah Assumpção, que esteve em cartaz no Rio e em São Paulo há anos atrás.

A peça apresenta a vida de um casal dos 50 aos 90 anos em quatro cenas. Na primeira cena eles se separam e voltam a se encontrar aos 60, aos 70 e finalmente aos 90 anos. O mais interessante é o desfile de situações no decorrer dos anos, que fazem parte de todas as pessoas, abordando diversos temas pessoais comuns e não há caracterização para o envelhecimento. Os atores (são apenas dois) fazem trabalho corporal e de voz para retornarem mais idosos a cada cena. A palavra que pode resumir esta peça é EMOÇÃO. Não há quem assista e não saia do teatro se questionando, com sorriso nos lábios e lágrimas nos olhos. Todos se identificam com alguma situação ali apresentada. Na última cena ri-se e chora-se ao mesmo tempo com os diálogos senis daqueles velhinhos. O final é surpreendente e extremamente emocionante.

O cenário é simples, o figurino comum e destaca-se nesta apresentação teatral o trabalho dos atores.

Com grande sucesso de público. Quase mil pessoas assistiram e aplaudiram. Agora oportunidade para o público de Vassouras apreciar um espetáculo para toda a família.

Valor do ingresso: 20,00

Venda antecipada na Sede do PIM – na sede do PIM, situado na rua Dr. Fernandes Júnior, 89, Centro- no Município de Vassouras. Informações através do telefone: (24) 2471-9320

 

Lançamento do Método Flauta Fácil 2 – Prof. Celso Woltzenlogel

O PIM – Programa Integração pela Música convida a todos, músicos e flautistas da região Sul Fluminense, para o Lançamento do Método Flauta Fácil  do padrinho e amigo  do PIM  professor Celso Woltzenlogel, neste sábado, dia 01, às 14 horas, na sede do PIM.

O Método Flauta Fácil, nível intermediário, foi concebido para dar continuidade ao Flauta Fácil, método prático para principiantes publicado em 2008, onde estão todos os exercícios e técnicas fundamentais para o início do aprendizado. 

Neste novo método a grande novidade é a introdução da terceira oitava até o Si bemol agudo. Além disso, escolhemos um repertório de melodias de nível mais avançado, empregando uma grande variedade de dinâmicas, articulações e principalmente ritmos sincopados tão característicos da música brasileira.

A maior parte das melodias é de andamentos moderados, escolhidos propositalmente para desenvolver o ritmo e a sonoridade e são precedidas de exercícios técnicos nas tonalidades de cada música.

A exemplo da primeira edição do Flauta Fácil, este método vem acompanhado de um CD com arranjos especialmente elaborados por  Hudson Nogueira, que explorou magistralmente as cordas e a sessão ritmica, roupagem bem diferente da que estamos acostumados a ouvir.

São 20 melodias internacionalmente conhecidas e de fácil execução para serem tocadas com o playback.

 

Metais, Madeiras e Jazz – Workshop de Improvisação

PIRPIM apresenta:
Metais, Madeiras e Jazz – Workshop de Improvisação.
Dias 21 e 22 de julho de 2017
Inscrição gratuita
Mais informações e inscrições na Sede do PIM em Vassouras
(24) 2471-9320 ou pelo e-mail [email protected]

Kurt Schwab
Saxofonista/Educador musical na área do jazz
Kurt Shwab é saxofonista e educador musical. Graduou-se em saxofone pelos conservatórios de Rotterdam e Maastricht (Holanda), após iniciar seus estudos com professores como Paul van Kemenade e Adri van Velsen. Kurt toca internacionalmente em bandas de diferentes tamanhos, atuando também como líder e regente de bandas. É especialista na área de educação musical voltada para o jazz, atuando como professor em um grande número de escolas de música na Holanda. Está entre os seletos professores da International Jazz Harp Foundation.

Declaração da Senhora Célia de Fátima Pinheiro

É do conhecimento de todos os brasileiros, e em se tratando do PIM, de todos os vassourenses, a grande dificuldade que instituições como a nossa enfrentam para conseguir manter seus objetivos e continuar a caminhada, na maioria das vezes cumprindo um papel que deveria ser do poder público. Matamos um leão por dia, trocamos o pneu com o carro andando, andamos com carro sem pneu…. enfim, dá pra escrever umas mil páginas contando as dificuldades.

Mas, apesar de todo o sacrifício, sempre conseguimos estabelecer parcerias que nos permitiram a continuidade de nossa caminhada, sem depender do interesse e muito menos da contribuição do poder público municipal. Na verdade o que sempre aconteceu foi o inverso, o poder público tentando tirar vantagem do pouco que conseguimos. Inimaginável, mas, acreditem, é verdade. Na administração anterior, não foi diferente. Trocam as cadeiras, os cargos comissionados, as trocas de favores, mas a prática é sempre a mesma, levar vantagem, mesmo que seja em cima de quem tem pouco ou quase nada.

O PIM, depois de ter um projeto devidamente aprovado e autorizado para captação, conseguiu com a Light R$ 160.000,00 (cento e sessenta mil reais), acredito que atualmente, com juros e correção, esse valor já deva estar beirando aproximadamente uns R$ 170.000,00 (cento e setenta mil reais), para desenvolver durante 12 meses atividades com idosos de nossa comunidade. Pois bem, acabamos de saber que a Secretaria de Assistência Social, está tentando desaprovar (será que existe essa palavra?) o que consta em ata e usar o dinheiro, com outros projetos, de fóruns, encontros….. que não foram aprovados pelo conselho e nem são do conhecimento das Instituições que trabalham com idosos em nossa cidade. Eles alegam que legalmente podem utilizar o dinheiro, dizem até que tem um parecer jurídico da Prefeitura que os autoriza.

Em 18 de agosto de 2015, apresentamos ao Conselho Municipal de Proteção ao Idoso, em reunião na sede da Secretaria de Assistência Social, o projeto “Fazendo e Ensinando Arte”, solicitando aprovação e autorização para captação de recursos junto a Light, o que, conforme consta em ata, foi aprovado e autorizado por unanimidade. A reunião para apresentação do projeto, somente aconteceu em 21 de agosto, na sede da Light no Rio de Janeiro e a captação/depósito do recurso no valor de R$ 160.000,00 em dezembro de 2015.

Na Sede do PIM, dia 12/01/2016, às 10h00, foi realizada uma reunião com a participação da secretária de assistência social, Priscila Freitas, a vice-prefeita Dra. Terezinha, o prefeito Renan, e as representantes do PIM, Jane Meri Motta Soares e Célia Moreira, para apresentação do projeto, esclarecimentos sobre a adequação da planilha financeira e do objeto a ser executado. Na oportunidade foi também solicitado ao prefeito, a inclusão no orçamento anual do município, dos recursos financeiros, depositados, tanto na conta do Fundo do Idoso, quanto da conta do Fundo do CMPDCA, para que fosse possível a execução dos Planos de Ação e Execução dos referidos Conselhos.

É muito difícil entender atitudes como essa da Secretaria de Assistência Social.

Me pergunto, diante de todo esforço do poder público para acabar com nosso e com todo e qualquer trabalho sócio cultural, vocês acreditam que nós, PIMzada, íamos perder tempo, fazer um projeto, articular com a Light, conseguir recurso para doar para a prefeitura?

E tem mais, também no fundo do Conselho Municipal de Proteção a Criança e ao Adolescente, existe um recurso de aproximadamente R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais) depositados pela Light e MRS, destinados as Instituições de Vassouras que trabalham com crianças e adolescentes. Sabem há quanto tempo? Mais de 04 anos. O resultado disso é que nenhuma empresa deposita mais recurso em nenhum fundo de nossa cidade. As pessoas, aquelas que administram nossa cidade, não sabem fazer, não querem aprender e odeiam as que fazem e conseguem.

O fato de não aceitarmos mais participar de nenhum conselho municipal, não significará jamais que vamos ficar calados diante de injustiças, má administração….. entendemos também como nosso dever, fiscalizar e cobrar uma boa administração de nossa cidade e vamos continuar, podem acreditar.

Está cada vez mais difícil, mas ainda não será dessa vez que vamos desistir.

Mais uma vez, bom esclarecer que quem faz esse relato, desabafo….. é Célia de Fátima Pinheiro Moreira, com RG, CPF, pagadora de impostos, (inclusive dos salários dos cargos comissionados, servidores públicos por tempo determinado, que teimam em não entender o real significado dessa palavra: SERVIR AO PÚBLICO) aqui em Vassouras, portanto com direitos e deveres como qualquer cidadão.

 

https://www.facebook.com/celiadefatimapinheiro.moreira/posts/870595209746302

 

Ação do PIM na TVRIOSUL

PIM é um forte aliado na reinserção de indivíduos que cometeram crime e que cumprem uma pena alternativa.

É a arte, mais uma vez, provando sua capacidade transformadora. A contribuição de cada um é fundamental em nossa caminhada, muita gratidão da PIMzada, por todos que aqui estão, que permaneceram e que ainda virão.

 

Para acessar o vídeo CLIQUE AQUI

Declaração da Senhora Célia de Fátima Pinheiro Moreira

Em primeiro lugar, muito bom esclarecer que quem escreve é Célia de Fátima Pinheiro Moreira, PESSOA FÍSICA, com CPF, RG, residente em Vassouras, pagadora de impostos e taxas na cidade, com direitos e deveres, como qualquer outro cidadão do mundo e Conselheira Estadual de Cultura, eleita em Três Rios, representante da sociedade civil.
Todos que aqui residem, os que gostam e também os que não gostam, os que aprovam e os que condenam (costumo dizer que minha fila de inimigos, atualmente deve estar passando por Além Paraíba), sabem de cor todos os meus muitos defeitos, mas sabem também minha trajetória de vida, compromisso com a cultura, não só de minha cidade, mas da região, do interior.
Pois bem, foi principalmente esse fato que motivou minha candidatura a representante da Região Sul Fluminense (Paulo de Frontin, Mendes, Miguel Pereira, Paty do Alferes, Paraíba do Sul, Três Rios, Levy Gasparian, Sapucaia, Areal e Vassouras), no Conselho Estadual de Cultura. Participei com muito orgulho e sacrifício, bancando todas as despesas de deslocamento, de todas as etapas da construção da Lei e do Plano Estadual de Cultura, além de ter participado também de todas as Conferências Nacionais de Cultura que aconteceram até hoje.
Semana passada, abrimos uma série de reuniões prévias, preparatórias para o I Fórum Estadual dos Segmentos Artísticos do Estado do Rio de Janeiro. Um esforço coletivo enorme, tanto da Secretaria de Cultura de Estado, quanto do Conselho Estadual de Cultura e de todos nós que acreditamos e lutamos para manter viva nossa cultura, nossas tradições. Na sexta-feira, dia 05 de maio, reunimos em Vassouras, Conselheiros de todos os segmentos artísticos, os técnicos da Secretaria de Cultura do Estado, o Secretário de Cultura André Lazaroni, o subsecretário Leonardo Freitas, representantes dos segmentos artísticos das cidades de Mendes, Paulo de Frontin, Miguel Pereira, Paty do Alferes e de Vassouras. Oportunidade única para os fazedores culturais conhecerem, trocarem ideias sobre o Plano Estadual de Cultura, com os Conselheiros, os técnicos que trabalham na SEC/RJ e claro, o secretário, o subsecretário, que passaram o dia, abriram e fecharam o encontro, demonstrando total comprometimento, respeito, consideração pela cultura e por todos que participavam do encontro.
Seria oportunidade única, mais importante ainda, para o secretário e o subsecretário de cultura de Vassouras, conhecerem além de toda equipe citada acima, também a cultura de Vassouras. E claro, nós fazedores culturais conhecermos as figuras e saber da trajetória de cada um.
Total falta de memória do atual prefeito, que no passado, criticava o anterior, acusando de ter trazido da Baixada Fluminense seus assessores, secretariado, enfim, esqueceu rapidinho as críticas, já que para a secretaria e subsecretaria de muitos não sei o quês, e depois, bem no final de cultura, temos duas figuras que não aparecem, que não se interessam pela cultura de nossa cidade e consequentemente, não respeitam, não valorizam e que não fazem nenhuma questão de nos conhecer e nos contar de onde vieram e com qual objetivo.
Por mais boa vontade, gentileza, educação, que tenha tido a representante que aqui esteve, ela não teve argumentos suficientes para falar da cultura de nossa cidade, muito menos para justificar o fato do subsecretário (que nem o nome sabemos), estar presente no momento que acontecia a mesa de abertura e ter se recusado participar ao lado do Secretário de Estado e Cultura, dizendo bastante irritado: “não sei o que estou fazendo aqui, não vou participar disso”, indo embora logo a seguir.
Constrangedor, mesmo sendo com muito orgulho, sempre sociedade civil e não ter votado nessa equipe que atualmente administra nossa cidade, participar de uma agenda oficial envolvendo tantas pessoas importantes da área, onde o representante municipal da pasta, pago com o dinheiro de cada um de nós moradores de Vassouras, se recusa de forma tão grosseira, deselegante, dar o ar da graça.
Fica aqui o lamento e o apelo aos companheiros, artistas, mestres, fazedores culturais, que acreditam no poder transformador da arte, na capacidade de contribuir com a formação de cidadãos críticos, que tenhamos critérios mais rígidos nas próximas eleições, que tenhamos memória de elefante e não esqueçamos jamais fatos como esse.
Em nome de todos os vassourenses, da cultura de nossa cidade, peço desculpas ao Secretário André Lazaroni, ao subsecretário Leandro Freitas, a equipe técnica da SEC/RJ, a presidente do Conselho Estadual de Cultura, Cleise Campos, a todos os companheiros Conselheiros e aos representantes municipais das cidades vizinhas, que aqui estiveram e contribuíram com a realização desse momento tão importante para nossa região.
Com carinho e gratidão por todos que participaram e tornaram possível a realização desse encontro.
Bjos
Célia de Fátima Pinheiro Moreira

 

Fonte: https://www.facebook.com/celiadefatimapinheiro.moreira/posts/861378230668000