mai 27

Declaração da Senhora Célia de Fátima Pinheiro

É do conhecimento de todos os brasileiros, e em se tratando do PIM, de todos os vassourenses, a grande dificuldade que instituições como a nossa enfrentam para conseguir manter seus objetivos e continuar a caminhada, na maioria das vezes cumprindo um papel que deveria ser do poder público. Matamos um leão por dia, trocamos o pneu com o carro andando, andamos com carro sem pneu…. enfim, dá pra escrever umas mil páginas contando as dificuldades.

Mas, apesar de todo o sacrifício, sempre conseguimos estabelecer parcerias que nos permitiram a continuidade de nossa caminhada, sem depender do interesse e muito menos da contribuição do poder público municipal. Na verdade o que sempre aconteceu foi o inverso, o poder público tentando tirar vantagem do pouco que conseguimos. Inimaginável, mas, acreditem, é verdade. Na administração anterior, não foi diferente. Trocam as cadeiras, os cargos comissionados, as trocas de favores, mas a prática é sempre a mesma, levar vantagem, mesmo que seja em cima de quem tem pouco ou quase nada.

O PIM, depois de ter um projeto devidamente aprovado e autorizado para captação, conseguiu com a Light R$ 160.000,00 (cento e sessenta mil reais), acredito que atualmente, com juros e correção, esse valor já deva estar beirando aproximadamente uns R$ 170.000,00 (cento e setenta mil reais), para desenvolver durante 12 meses atividades com idosos de nossa comunidade. Pois bem, acabamos de saber que a Secretaria de Assistência Social, está tentando desaprovar (será que existe essa palavra?) o que consta em ata e usar o dinheiro, com outros projetos, de fóruns, encontros….. que não foram aprovados pelo conselho e nem são do conhecimento das Instituições que trabalham com idosos em nossa cidade. Eles alegam que legalmente podem utilizar o dinheiro, dizem até que tem um parecer jurídico da Prefeitura que os autoriza.

Em 18 de agosto de 2015, apresentamos ao Conselho Municipal de Proteção ao Idoso, em reunião na sede da Secretaria de Assistência Social, o projeto “Fazendo e Ensinando Arte”, solicitando aprovação e autorização para captação de recursos junto a Light, o que, conforme consta em ata, foi aprovado e autorizado por unanimidade. A reunião para apresentação do projeto, somente aconteceu em 21 de agosto, na sede da Light no Rio de Janeiro e a captação/depósito do recurso no valor de R$ 160.000,00 em dezembro de 2015.

Na Sede do PIM, dia 12/01/2016, às 10h00, foi realizada uma reunião com a participação da secretária de assistência social, Priscila Freitas, a vice-prefeita Dra. Terezinha, o prefeito Renan, e as representantes do PIM, Jane Meri Motta Soares e Célia Moreira, para apresentação do projeto, esclarecimentos sobre a adequação da planilha financeira e do objeto a ser executado. Na oportunidade foi também solicitado ao prefeito, a inclusão no orçamento anual do município, dos recursos financeiros, depositados, tanto na conta do Fundo do Idoso, quanto da conta do Fundo do CMPDCA, para que fosse possível a execução dos Planos de Ação e Execução dos referidos Conselhos.

É muito difícil entender atitudes como essa da Secretaria de Assistência Social.

Me pergunto, diante de todo esforço do poder público para acabar com nosso e com todo e qualquer trabalho sócio cultural, vocês acreditam que nós, PIMzada, íamos perder tempo, fazer um projeto, articular com a Light, conseguir recurso para doar para a prefeitura?

E tem mais, também no fundo do Conselho Municipal de Proteção a Criança e ao Adolescente, existe um recurso de aproximadamente R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais) depositados pela Light e MRS, destinados as Instituições de Vassouras que trabalham com crianças e adolescentes. Sabem há quanto tempo? Mais de 04 anos. O resultado disso é que nenhuma empresa deposita mais recurso em nenhum fundo de nossa cidade. As pessoas, aquelas que administram nossa cidade, não sabem fazer, não querem aprender e odeiam as que fazem e conseguem.

O fato de não aceitarmos mais participar de nenhum conselho municipal, não significará jamais que vamos ficar calados diante de injustiças, má administração….. entendemos também como nosso dever, fiscalizar e cobrar uma boa administração de nossa cidade e vamos continuar, podem acreditar.

Está cada vez mais difícil, mas ainda não será dessa vez que vamos desistir.

Mais uma vez, bom esclarecer que quem faz esse relato, desabafo….. é Célia de Fátima Pinheiro Moreira, com RG, CPF, pagadora de impostos, (inclusive dos salários dos cargos comissionados, servidores públicos por tempo determinado, que teimam em não entender o real significado dessa palavra: SERVIR AO PÚBLICO) aqui em Vassouras, portanto com direitos e deveres como qualquer cidadão.

 

https://www.facebook.com/celiadefatimapinheiro.moreira/posts/870595209746302

 

18739017_870592073079949_7349447961527110007_o

Posts mais antigos «